Alcoolismo, Tabagismo e Abuso de Drogas: Implicações Médicas e Psicossociais.

Assim que publiquei o livro “Drogas: saiba mais a seu respeito”, alguns críticos e amigos me chamaram a atenção para o fato de não ter dedicado um capítulo ao problema do álcool e do alcoolismo.
Dizia aos mesmos que, por dar muita importância ao tema, preferia escrever outro livro especificamente sobre a problemática do álcool, procurando enfatizar as diversas situações a ele relacionadas.
Foi o que fiz. E para torná-lo o mais abrangente possível, a fim de oferecer ao leitor uma idéia concisa do assunto, convidei alguns amigos, cujos trabalhos nesta área já são reconhecidos, para colaborarem com esta iniciativa. Quero exaltar estas contribuições e dizer que foram imprescindíveis para a elaboração deste trabalho.
No primeiro capítulo, O Problema, apresento um panorama da situação do consumo do álcool, tabaco e outras drogas no âmbito do Brasil e de outros países a partir de dados epidemiológicos levantados nestas diversas regiões. Examino também as consequências nefastas deste consumo, particularmente, no aspecto sociocultural, econômico, psicossocial, médico e previdenciário. Comento sobre as políticas públicas relacionada ao problema das drogas e faço algumas recomendações.
No segundo capítulo, abordo o tema Sobre o Álcool e Seu Uso ao Longo da História. É uma breve descrição do álcool e do seu consumo em diversos momentos históricos. Procuro dar ênfase aos eventos mais marcantes em cada época e mostro como este consumo era encarado.
No terceiro capítulo, examino o tema Álcool e Cérebro, trato da relação fisiológica e bioquímica do álcool e este órgão, destacando a importância desses estudos no diagnóstico, quadro clínico e tratamento da dependência do álcool, bem como introduzo conhecimentos atualizados sobre neurofisiologia e neuroquímica cerebrais. Procuro definir o que é neurotransmissor, suas origens e seu papel na fisiologia do Sistema Nervoso Central.
No quarto, quinto e sexto capítulos, A Clínica da Dependência ao Álcool – I, II e III, trato do diagnóstico da dependência do álcool e dos transtornos a ele relacionados. Identifico clinicamente a Síndrome de Dependência do Álcool (SDA), aponto os recursos laboratoriais utilizados para o diagnóstico e apresento algumas Escalas de Avaliação e suas aplicações na clínica e no diagnóstico do abuso/dependência do álcool e drogas.
O sétimo capítulo, refere-se à Co-morbidade Psiquiátrica entre Usuários de Drogas e Tipos de Bebedores. Enfoco um dos assuntos mais importantes na atualidade relacionado à dependência química, qual seja a existência simultânea, em um mesmo sujeito, de um ou vários transtornos psiquiátricos e o abuso/dependência de álcool e drogas. Comento sobre as diversas condições psiquiátricas e o uso de substâncias e destaco a importância de se formular o diagnóstico das várias situações clínicas para o manejo correto do problema.
Examino a psicopatologia da ingestão do álcool e focalizo os problemas a isso relacionados tomando como referência o paradígma biaxial de Edward. Descrevo os diversos tipos de bebedores e sua delimitação diagnóstica.
No oitavo capítulo, Tabagismo: Conceitos Fundamentais, aponto as graves conseqüências médicas e psicossociais ocasionadas pelo uso do tabaco, enfatizo sobre os cuidados que se tem que ter em condiçoes especiais, como na infância e gravidez, e faço comentários sobre diversos aspectos relacionados ao uso do cigarro. Identifico os critérios de diagnóstico da dependência de nicotina e forneço um questionário para a auto avaliação do padrão do consumo de cigarros.
No nono capítulo, Novas Medicações no Tratamento da Dependência da Nicotina, Dr. Ronaldo Laranjeira, aborda o tratamento atual do tabagismo do ponto de vista da farmacoterapia e destaca as novas medicações utilizadas no tratamento da dependência da nicotina.
No décimo capítulo, aborda-se o Consenso Sobre a Síndrome de Abstinência do Álcool – SAA, trabalho realizado sob os auspícios do Departamento de Dependência Química da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e coordenado por Dr. Ronaldo Laranjeira. Este trabalho oferece os meios para o diagnóstico e tratamento desta síndrome sobre seus vários aspectos. É um trabalho sumamente importante na prática clínica e psiquiátrica e é pioneiro no Brasil.
No décimo primeiro capítulo, trata-se sobre Álcool: Abuso e Dependência. Conceitos Básicos. Dr. Ronaldo Laranjeira examina os conceitos fundamentais sobre abuso e dependência do álcool, indispensáveis para a compreensão da clínica e do tratamento destes problemas.
No décimo segundo capítulo, aborda-se o tema Álcool e Drogas na Clínica Médica. Trata-se de um capítulo, no qual Dr. Ronaldo Laranjeira e colaboradores tratam minuciosamente cada uma das substâncias psicoativas, focalizando sua farmacologia, seus mecanismos de ação e as implicações clínicas do seu consumo. São fornecidas orientações quanto ao tratamento do abuso e da dependência de cada uma das drogas examinadas.
O décimo terceiro capítulo trata das Implicações Orgânicas do Álcool e do Alcoolismo, tema abordado pelo Dr. José Raimundo Araújo de Azevedo, o qual discorre sobre as graves conseqüências advindas do uso de álcool. Delimita o diagóstico destas enfermidades e orienta seu tratamento.
O décimo quarto capítulo aborda A Família e o Dependente Químico: Como Cuidar? Tema desenvolvido pela Dra. Ana Elisa Bastos Figueiredo, mostra o quanto é importante a participação da família no manejo dos pacientes portadores de problemas relacionados com o uso de substâncias químicas e as graves implicações deste problema na famílias destes usuários. Introduz conhecimentos sobre o tratamento deste problema.
No décimo quinto capítulo, aborda-se o Alcoolismo: Repercussões Médico-Sociais e Legais – Tendência Criminal. Escrito pelo Dr. Hamilton de Miranda Raposo Filho, o mesmo procura estabelecer a interface entre o uso de álcool e sua relação como o crime, questão importante no âmbito da Psiquiatria Forense.
O décimo sexto capítulo, Drogas, Álcool e Trabalho, o Dr. Natanael Moreira dos Santos, vai ao encontro de um dos temas mais importantes da atualidade, qual seja, a relação entre álcool e trabalho numa perspectiva do indivíduo, da empresa e dos programas de prevenção desenvolvidos em ambientes de trabalho.
O décimo sétimo capítulo relata um pouco da História do AA no Maranhão, desde sua fundação até o presente momento, tendo sido muito bem abordado por J. Maia, da Central de Serviços dos Alcoólicos Anônimos do Maranhão.

Ruy Palhano

Assim que publiquei o livro “Drogas: saiba mais a seu respeito”, alguns críticos e amigos me chamaram a atenção para o fato de não ter dedicado um capítulo ao problema do álcool e do alcoolismo. Dizia aos mesmos que, por dar muita importância ao tema, preferia escrever outro livro especificamente sobre a problemática do álcool, […]

Adquirir livro

R$50,00

Fora de estoque